Em ato emocionante Renata Rosa é eleita presidenta da UJS São Paulo

Renata Rosa – conhecida carinhosamente como Renatinha  – jovem mulher negra de 24 anos é eleita presidenta no 17º Congresso  da UJS São Paulo, realizado na cidade de Jundiaí, interior de São Paulo. Despedida de Carlos Siqueira da entidade emociona plenária.

renatinha

Por Eder Bruno, no Blog Nossa Cara SP

A União da Juventude Socialista do Estado de São Paulo elegeu por aclamação a jovem guerreira, Renata Rosa. Mulher negra de 24 anos, secretária de organização da gestão de Carlos Siqueira (Carlão) agora será responsável por presidir a maior bancada da UJS no país.

Renata, que atuou na Pastoral da Juventude, também foi militante do grêmio estudantil da escola Osvaldo de oliveira em Suzano. Presidiu a UJS Suzano, que neste congresso, cheios de orgulho, gritavam “Ah, eu não me engano, a Renatinha é de Suzano”.

A presidenta da UJS exalta o protagonismo da entidade e afirma os avanços que conquistados e os que virão, “tenho certeza que com essa direção e com tudo que a gente vem construindo no estado, com a UJS cada vez mais forte, mais enraizada nos municípios, mais ampla e conhecida por toda a juventude, falem mal ou falem bem, todo jovem no estado de São Paulo vai conhecer a União da Juventude Socialista e vamos disputar as ideias, os pensamentos de cada jovem”.

Renata ainda ressaltou, “nós estaremos em todos os cantos do estado, disputaremos a opinião de cada jovem e cada vez mais, vamos criar uma grande força ampla que vai conduzir o estado de São Paulo e vai conseguir ajudar o estado a transformar esse país e a ganhar a juventude para esse sonho. Afinal, não existe sonho mais bonito do que o sonho do militante da UJS, que abandona sua casa, come mal, dorme mal, passa dias no congresso no meio do feriado para desenvolver e pensar a nossa organização para construirmos o socialismo e é por isso que estamos juntos e vamos juntos até o fim”, discursou.

 

A despedida emocionante do Carlão

Renata assume a cadeira que até então era de Carlos Siqueira (Carlão) que assumiu a entidade em 2011 e foi reeleito presidente. Carlão que mais tempo ficou na presidência da UJS São Paulo assumiu com 18 direções municipais e entrega a gestão da entidade para Renata com 92 direções municipais.

ddab9-carlao

Para falar sobre quem foi este presidente vitorioso a frente da UJS Paulista, um dos seus melhores camaradas – senão o melhor – Thiago de Andrade, diretor nacional de movimento secundaristas da UJS, discursou emocionando a plenária. “Eu poderia falar mil coisas de uma das maiores lideranças políticas que conheci na minha vida, porque ele é generoso, tem uma compreensão enorme das coisas que a gente precisa fazer e ajuda a caminha todo mundo para os bons objetivos”, destacou arrancando lágrimas de muitos militantes.

Thiago ainda lembra, “na UJS a gente amou, desamou, encontrou nossos amores e desamores e ficar na UJS para gente, sempre foi uma luta. É sempre muito difícil, porque somos meio malucos, gostamos de fazer as coisas diferentes e ser da UJS é muito difícil, porque exige muito da gente, inclusive conquistar os outros e se eu pudesse resumir a capacidade principal do Carlão é de nos conquistar. Então se pudermos  guardar uma recordação deste que foi, na minha opinião, o maior presidente da história da UJS de São Paulo, vamos guardar essa recordação para além do grande político que ele é, mas o grande comunista, humano, construtor de sonhos”, finalizou.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s